23 abril, 2017

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente somos obrigados a romper o Imem que nos separa da escalada para o proibidismo da praticar correto.
Somos apenas loucos pela ilusão.
Somos sábios em dizer talvez.
Somos loucos quando tentamos esconder, o que nunca fomos capazes de fazer.
Hoje em dia
Dia de hoje
Acordei e fui para a janela, com uma xícara branca, contendo um pouco de café extra forte.
Lá fora, o sol quente me enlouquecia pelo valor que ele me proporcionava, sem o talvez mas com certezas que afloravá o sarcástico eu, e minhas palavras.
Mas na verdade, o que predominou, foi mesmo o proibido que me aguniava a todo instante me deixando a deriva do descorforto de não ter feito e nem reagindo.
Fui ali.
Joanderson Ribeiro
14.04.17

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...