13 abril, 2013

HOJE


Por um pouco mais.
Por mais absurdo que possa ser.
Por mais imperfeito que seja.
Por mais que sejamos julgados.
Por mais que meus olhos continuem fechados.
Por mais que seja ridículo o ridículo.
Por mais que minhas palavras vão a procura de um paradeiro.
Por mais que meus sonhos sejem transformados em insônia um dia.
Por mais que minhas pernas e meus braços cansem.
Eu simplesmente te quero.

Joanderson Ribeiro
13-04-2013


Nenhum comentário:

Postar um comentário

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...