30 março, 2012

APENAS SONHO

"Ainda me deleito nos seus braços forte e filho olhando seu olhos, 
mais negros que meu passado, mais ao mesmo tempo os seus 
cabelos ainda cobrem seu rosto lindo, redondo e cheio de vida.
Dentro dos meus sonhos ainda há fortes indícios de que minha
 realidade caminha para seus passos, para o seu presente. 
Tolo? 
Idiota? 
Posso ate ser tudo isso, mais ainda de olhos bem abertos 
observo com cautela todas as suas insonias. de pacifico me faço, 
para assim obter dentro da minha realidade um beijo vindo 
diretamente de seus lábios com sentimentos que ultrapassam 
ate mesmo meus muitos sonhos."
Fim da minha realidade, voltei assim para outro mundo.


Joanderson Ribeiro
30.03.2012

20 março, 2012

TRANCADO

                                 
                                 Estou preso. Sem respiração. 
Sem palavras para descrever tamanha astrosidade.
Estou enriquecido por duvidas que não tem fim
Estou tragicamente aborrecido com meus modos. 
Estou seguindo um caminho descompassado
Estou terrivelmente contrariado pelo tempo que não apaga os acontecimentos de uma noite sem estrela no céu.

Enquanto isso a coragem ainda não repreendida se faz presente, agora mais que nunca. 
Hoje fui conferir e não e nada daquilo que tinha em mente era verdadeiro.
Será que eu posso voltar? 
Será que posso parar por aqui mesmo?
Será que tenho coragem o suficiente para dizer PARA!!!
Sera que eu vou ser bem compreendido pela tal ser humano?
Será que serei julgado?
Será que terei como voltar ao ponto de partida ou devo continuar a mesma insonia? 

Tantas perguntas regadas a linhas e palavras que parecem não acabarem.

Por fim, deixei ir até o fim e assim virei a pagina das perguntas e do outro lado encontrei a resposta...
Viver uma dia de cada vez faz parte das tentativas.

16 março, 2012

OCULTO-TE


                              Estou claramente louco por algo 
                            que ate então era altamente 
                             desconhecido aos meus olhos.

Loucuras de uma noite chuvosa 
e sem nem uma estrela no céu 
que até pouco tempo se via e 
era azul, com algumas nuvens 
brancas.

Enquanto isso me condeno 
para obter algum tipo de ajuda 
vinda de lugares desconhecidos por 
meus olhos, louco?

Luto bravamente a todo instante. 

Descrevo com 
certa facilidade 
                            o que sentem por 
                              uma outra pessoa. 


                                Na verdade isso são só palavras 
                                 e nada mais que isso.

Joanderson Ribeiro
16-03-2012

PLANO DISCRETO

Nunca  amei, mais já senti desejos que vão a flor da pele.
Nunca amei, mais já deixei o medo me submeter a loucuras como gostar
Nunca amei, mais já chorei.
Nunca amei, mais já te tive em meus braços.
Nunca amei, mais já tive a certeza que nem tudo se acaba aqui nestas poucas linhas
Nunca amei, mais deixei certa vez me ludibria por um beijo que derrubou sentimentos ruins.
Nunca amei, mais a cada dia tenho certeza que o tal sentimento exite realmente, mais ao mesmo tempo não tenho como provar, mais assim mesmo todos os dias acordo e olho para o céu e agradeço popr cada gota de esperança e de vida que me ronda.

Loucuras de uma noite fria.

Joanderson Ribeiro
16-03-2012

11 março, 2012

PARTICULARIDADES

Há tempo para tudo.
Para amar
Para ter.
Para compartilhar
Para se sentir desnecessário.
Para fazer perguntas.
Para querer um sonho 
Para saber que nem tudo gira ao nosso redor 
Para ter certeza que amanhã sera um novo dia.
Para reaproveitar cada milésimo de segundo, quando temos algumas horas.
Para relembrar momentos lindos.

Para querer que a saudade não se limite apenas em 
seus pensamentos, mais para todos que participaram do tal momento.
Para se desapegar do que não faz bem para passos firmes. 
Para ter insonias que realmente ter o sono em uma noite fria. 
Para beber alegria.
Para se saber que a vida e agora,  e o tempo não para.

Para principalmente logo ao amanhecer ter total confiança que o dia que começou ainda pouco será lindo e cheio de perigos para se passar, alias isso e viver, isso e ter força nas mãos para conseguir o que se almeja.


Joanderson Ribeiro
11.03.2012

07 março, 2012

MINHA ARTE


Escrevi hoje um livro para você.

O assunto era tão pequeno, mais as folhas iam se duplicando ao passar de cada linha. 
Percebi que cada descrição tinha uma riquesa de detalhes impresionantes aos meus olhos e meus sentimentos estavam delatando ali cada segundo do tempo. Naquele instante o sol com sua presença esquentava-me fazendo um homem deixar de sentir calafrios que iam da ponta dos pés ate seu coração...

Ainda nas entrelinhas agora nas ultimas, escrevi que tudo isso vai se acabar, como a vida ou como meus sonhos, que terão fim quando meus olhos fecharem pela ultima vez e assim terei certeza que a viajem de volta vai começar, mais com um grande detalhe, irei feliz por amar o errado, sonhado tão grande e tido certeza que nada e para sempre nem mesmo uma rosa com sua beleza maravilhosa dura eternamente no bosque escondido  dos meus ou dos seus olhos.

Disse Adeus e assim, mais uma palavra foi lida.

Até breve.

Joanderson Ribeiro
06-03-2012

04 março, 2012

ATENDA-ME


São tantas palavras que tinha em mente para assim te falar da minha deliquencia mais apenas um sorriso simples e sagaz saiu do meu rosto.

Andando e falando esqueci do agora e fui viver uma especia de sonho de olhos abertos. 
Parei no tempo quando seu sorriso chegava ate a mim através de um aparelho telefônico. 
Ao termino de alguns minutos computados por mim como segundos, tudo voltou ao normal, acordei  e assim fui viver mais alguns dias sem seus passos vindo em minha direção.
Quanto a você? Não sei por onde anda, mais tenho a convicção que um dia seus sonhos serão realizados e com certeza você faz parte dos meus.

E assim esse dia que ate pouco tempo atraz foi iluminado pelo sol e que neste exato momento as estrelas dão um show de beleza e também de solidão, mais sempre na certeza que amanhã não estarão mais ali, mais eu com certeza estarei aqui para te ver sorrir, rezar, acreditar, chorar e até mesmo ouvir suas confições de conflitos do dia a dia. 


Fui-me


Joanderson Ribeiro
04.03.2012

POR UM FIO

                                                                                                                                                     
Diante da multidão  a sempre esperança que nunca acaba, assim como há amores estragados pelo tempo e pela distancia. Ao mesmo tempo do outro lado destas palavras o mundo não parou nem mesmo para sonharmos ou até mesmo para identificar onde erramos, apenas continua passando como se nada esteja acontecendo. 

Fim coletivo.

Joanderson Ribeiro
04.03.2012

03 março, 2012

DITO


Todas as suas palavras saíram de 
sua boca como se fosse armas que 
ganharam a guerra que eu travei, 
loucura ou não dentro disso tudo ha 
receio de outras batalhas, 
mais nessa eu não saio perdendo.

Joanderson Ribeiro
03.03.2012

MEU EU GRITOU

Ainda tenho em mente todos aqueles dias que tentei me superar sem força para voltar.
Ainda tenho a certeza que tudo voltara a sua anormalidade. Alias o que e o normal? O que eu espero?


Certo dia em uma tarde em meio a idas e voltas da chuva e conversando comigo mesmo, surgiu a pergunta: 
O que eu estou esperando?
Tenho medo de que?
Será que tenho vergonha do que esta por vim?


E inacreditável as diversas perguntas que duraram a noite a fora e totalmente  sem sono. 
Que tal a partir de agora amar como se fosse o ultimo amor?
Que tal não ter medo dos passos que vem logo a seguir a este?
Que tal pedalar sem destino certo?
Que tal não temer ao presente?
Que tal tudo isso acontecer com um sorriso e para finalizar tudo isso 
nada de chorar. 


Mais para que tudo isso se vivemos em um agora preso a dor?


Joanderson Ribeiro
03.03.2012