20 março, 2012

TRANCADO

                                 
                                 Estou preso. Sem respiração. 
Sem palavras para descrever tamanha astrosidade.
Estou enriquecido por duvidas que não tem fim
Estou tragicamente aborrecido com meus modos. 
Estou seguindo um caminho descompassado
Estou terrivelmente contrariado pelo tempo que não apaga os acontecimentos de uma noite sem estrela no céu.

Enquanto isso a coragem ainda não repreendida se faz presente, agora mais que nunca. 
Hoje fui conferir e não e nada daquilo que tinha em mente era verdadeiro.
Será que eu posso voltar? 
Será que posso parar por aqui mesmo?
Será que tenho coragem o suficiente para dizer PARA!!!
Sera que eu vou ser bem compreendido pela tal ser humano?
Será que serei julgado?
Será que terei como voltar ao ponto de partida ou devo continuar a mesma insonia? 

Tantas perguntas regadas a linhas e palavras que parecem não acabarem.

Por fim, deixei ir até o fim e assim virei a pagina das perguntas e do outro lado encontrei a resposta...
Viver uma dia de cada vez faz parte das tentativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário