21 fevereiro, 2012

PALAVRAS DE UMA NOITE

Ao anoitecer quero descrever as maravilhas das estrelas:
Quero dizer a todos que cada uma contribui para que aquele dia acabase como começasse, com vida.
Quero ignorar tudo que foi dito a mim, assim como todas as palavras que lancei contra alguma pessoa.
Não quero me iludir... Quero alimentar minha esperança com o ar daquele momento.
Quero disponibilizar meu coração para que seja usado pelo amor.
Quero ficar aqui olhando para o céu e tendo certeza que tudo ou nada acontece sem sua permissão.
Feliz ou não aprendi que a vida e agora e que basta apenas um dia para que possamos aprender que cada detalhe não e mero, mais sim muito importante para cada um de nós.
Amanhã será um novo dia, cheio de alegria e novas sensações para nos deixar mais a frente do agora...
Então que venham os dias lindos, como a rosa que também tem espinhos, mais nem um e capaz de perfurar tão fundo nossas esperanças, pelo contrario vão nos ensinar que a vida não e somente alegrias, mais que elas são precisas para sobrevivermos...
Quanto às estrelas ali estavam até o momento que adormeci olhando pela janela e assim em mais um dia ensolarado e cheio de vida eu acordei...

Joanderson Ribeiro
05.02.2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...