29 agosto, 2012

AMEI A MAIS

Hoje  me  permitir mentira para você. foi tão bom. Foi excepcional. 
Reparei que minhas palavras eram como lanças ao seu mundo, tão pequenos quanto simples. 
Como fui tolo algumas vezes em ter acreditado que sua vida existiria somente vivendo e usufruindo de cada detalhe. 
Andando dentro dele acabei encontrando alguns sonhos meus e mais a frente descobrir que tudo foi uma eterna mentira. Como fui tolo em sentir fome e correr para seus braços todas a noite e ao mesmo tempo me sentia saciado.
Quantos as dores? Nada como dia após dia para que seja reparada.
Adeus amor tolo, fora da minha realidade.

Fui amar outros.

Joanderson Ribeiro
29-08-2012

02 agosto, 2012

ABSURDO

Resolvido: Vou te querer a cada dia mais que o outro.
Vou te manter acordado dentro do meu coração.
assim mesmo eu ainda te perco por essa terra.
Quanto ao passado, eu deleto ele de sua mente.

Vem, vamos sonhar, correr pelo bosque.
Vamos comer sorvete no frio.
Vamos reformular nossa vida a dois 
Vamos gritar para o horizonte que nos amamos.
Vamos resussitar o absurdo engolido pela educação.

Porém, nada disso e colocado em pratica sem uma mor 
Sem lagrimas de alegria
Sem seus olhos para focar os meus 
Sem suas mãos macias para me acalmar.

Fui longe de mais em querer tudo isso em apenas um sonho.

Depois disso tudo, levantei, e fui lavar meu rosto e quase que automaticamente  olhei para o espelho e tive a certeza que tu existe, porem o único detalhe que nos separa e minha realidade dura e ao mesmo tempo totalmente fora da sua...

Me equivoquei em querer apenas um sorriso em uma manhã de quarta-feira.

Fui-me

Joanderson Ribeiro
02-08-2012

16 julho, 2012

PALAVRA CORRETA


Para uns o chorar e um ato de desespero 
que nos classifica automaticamente como perdedores. 
Para outros e a lavagem que a alma precisava 
para prosseguir depois de um "não" 
ou alguma perda que se teve durante o dia 
que as vezes parecem prolongar a cada hora que passa.
                                                                                                                                                                                     Joanderson Ribeiro

14 julho, 2012

VIDA VIDA

Acabei atropelando suas palavras e ao mesmo tempo me desgovernei enquanto estava tentando viver sem suas palavras de mentira. Sem seus olhos para me vigiarem: Sem seu coração, para me confortar... Mais assim mesmo sumi quando você fechou os olhos e fui viver mais intensamente cada segundo que passei enquanto eu te quereria... 
Como fui tolo, como pôde eu te falar tantas coisas, quando na verdade era apenas uma vitima indefinida dentro do seu mundo tosco...
Como fui um belo comediante aos seu olhos...

Sair correndo com um proposito: O de ser feliz a partir de hoje e agora sempre!

De volta a minha vida!

Joanderson Ribeiro
14.07.2012

31 maio, 2012

TRADUZA-ME

Não tenho muita certeza dos meus sentimentos, mais a raiva sempre 
e reconhecida diate de distúrbios que aos poucos volta ao normal na vida. 
Loucura ou não, tenho medo do amor.
Corro do fato de chorar.
Tenho paciência para amores que não existem.
Obedeço a um chamado, quando olho para traz, um nada se faz presente.
Agradeço pela atenção dada a muitos ao mesmo tempo.
Gosto de acordar cedo, para ver se passa mais rápido o tempo.
Ainda tenho que saber que meu nome não e lindo.
O que esta faltando ainda? 
Como e seu nome?


Joanderson Ribeiro
31-05-2012

16 maio, 2012

SENTIMENTO


   Tenho vários momento de loucuras, o principal acontece quando falo de amor.
 Tenho um, mais não quero mais 
 Tenho uma paixão, mais também não quero.
 Tenho um friozinho, mais não quero dormir.
 Tenho a obrigação de ser gentil, mais ser louco e mais divertido.
 Tenho palavras que podem me definir em uma frase, mais prefiro saborear a dor dos outros que correm de suas verdades plantadas perante aos seus olhos, mais assim mesmo fecham seus olhos em um quarto escuro a espera de um socorro que nunca chega e nem chegara.
Tolos são todos que dizem que não existe o momento loucura, esses sim deveriam estar sentados em cadeiras e sendo tratados com uma dose de realidade.


                                             Joanderson Ribeiro 16-05-2012

PALAVRAS QUE DOEM

Sem  querer te quis, mais sem te procurar te perdi diante de alguns acontecimentos que passaram por mim em uma rapidez insubstituível.
Amei até o fim.
Me deliciei com seu corpo. 
Me assustei com suas palavras.
Todos os dias deixei de sonhar comigo, e assim automaticamente te queria mais que o ar.
As vezes te queria o dia inteiro, outras te queria muito mais que eu imaginaria. 
Amor, eterno amor, hoje te deixarei ir para bem longe de meus olhos, para assim fazer outra pessoa mais feliz que eu fui, ou mais escrava do que outra pessoa foi. 
E assim será até os confins da terra.
Eu aqui descrevendo o tal sentimento e você ai sorrindo de um bobão que deixou de viver para te ter por mais alguns segundos e assim foi se fazendo os anos afora.
Lembrei agora de belos momentos que passamos... Lembrei  das lagrimas que derramei por felicidade. Lembrei do seu rosto lindo... das suas insonias, de suas loucuras que fez por mim. Loucuras? Nem uma.
Lembrar vem de lembranças ou e ao contrario? 
Estas palavras saem das pontas dos meus dedos em uma noite fria, com alguns chuviscos no telhado do meu quarto, o mesmo que te acolheu durante algum tempo.


E foi assim, tudo foi acabando aos poucos.
Seus beijos passaram a ser desnecessários, assim como sua presença.
Suas palavras foram embrulhando meu estomago de tal modo nunca sentindo.
Seus passos deixaram de ser musicas aos meus ouvidos para ser um desprazer total.
Sua pele fez com que minhas mãos ficassem sujas de uma hora para outra então foi dai  que resolvi te deixar ir meu pássaro nobre, porque nem mesmo minhas palavras ficam pressas a minha mente elas saem e são vistas e lidas por muitos, que nem essa.
E assim se vai mais um ensinamento da vida: De que não podemos ter tudo, mais o pouco trazia felicidade.


Adeus...


Joanderson Ribeiro
16-05-2012

30 março, 2012

APENAS SONHO

"Ainda me deleito nos seus braços forte e filho olhando seu olhos, 
mais negros que meu passado, mais ao mesmo tempo os seus 
cabelos ainda cobrem seu rosto lindo, redondo e cheio de vida.
Dentro dos meus sonhos ainda há fortes indícios de que minha
 realidade caminha para seus passos, para o seu presente. 
Tolo? 
Idiota? 
Posso ate ser tudo isso, mais ainda de olhos bem abertos 
observo com cautela todas as suas insonias. de pacifico me faço, 
para assim obter dentro da minha realidade um beijo vindo 
diretamente de seus lábios com sentimentos que ultrapassam 
ate mesmo meus muitos sonhos."
Fim da minha realidade, voltei assim para outro mundo.


Joanderson Ribeiro
30.03.2012

20 março, 2012

TRANCADO

                                 
                                 Estou preso. Sem respiração. 
Sem palavras para descrever tamanha astrosidade.
Estou enriquecido por duvidas que não tem fim
Estou tragicamente aborrecido com meus modos. 
Estou seguindo um caminho descompassado
Estou terrivelmente contrariado pelo tempo que não apaga os acontecimentos de uma noite sem estrela no céu.

Enquanto isso a coragem ainda não repreendida se faz presente, agora mais que nunca. 
Hoje fui conferir e não e nada daquilo que tinha em mente era verdadeiro.
Será que eu posso voltar? 
Será que posso parar por aqui mesmo?
Será que tenho coragem o suficiente para dizer PARA!!!
Sera que eu vou ser bem compreendido pela tal ser humano?
Será que serei julgado?
Será que terei como voltar ao ponto de partida ou devo continuar a mesma insonia? 

Tantas perguntas regadas a linhas e palavras que parecem não acabarem.

Por fim, deixei ir até o fim e assim virei a pagina das perguntas e do outro lado encontrei a resposta...
Viver uma dia de cada vez faz parte das tentativas.

16 março, 2012

OCULTO-TE


                              Estou claramente louco por algo 
                            que ate então era altamente 
                             desconhecido aos meus olhos.

Loucuras de uma noite chuvosa 
e sem nem uma estrela no céu 
que até pouco tempo se via e 
era azul, com algumas nuvens 
brancas.

Enquanto isso me condeno 
para obter algum tipo de ajuda 
vinda de lugares desconhecidos por 
meus olhos, louco?

Luto bravamente a todo instante. 

Descrevo com 
certa facilidade 
                            o que sentem por 
                              uma outra pessoa. 


                                Na verdade isso são só palavras 
                                 e nada mais que isso.

Joanderson Ribeiro
16-03-2012

PLANO DISCRETO

Nunca  amei, mais já senti desejos que vão a flor da pele.
Nunca amei, mais já deixei o medo me submeter a loucuras como gostar
Nunca amei, mais já chorei.
Nunca amei, mais já te tive em meus braços.
Nunca amei, mais já tive a certeza que nem tudo se acaba aqui nestas poucas linhas
Nunca amei, mais deixei certa vez me ludibria por um beijo que derrubou sentimentos ruins.
Nunca amei, mais a cada dia tenho certeza que o tal sentimento exite realmente, mais ao mesmo tempo não tenho como provar, mais assim mesmo todos os dias acordo e olho para o céu e agradeço popr cada gota de esperança e de vida que me ronda.

Loucuras de uma noite fria.

Joanderson Ribeiro
16-03-2012

11 março, 2012

PARTICULARIDADES

Há tempo para tudo.
Para amar
Para ter.
Para compartilhar
Para se sentir desnecessário.
Para fazer perguntas.
Para querer um sonho 
Para saber que nem tudo gira ao nosso redor 
Para ter certeza que amanhã sera um novo dia.
Para reaproveitar cada milésimo de segundo, quando temos algumas horas.
Para relembrar momentos lindos.

Para querer que a saudade não se limite apenas em 
seus pensamentos, mais para todos que participaram do tal momento.
Para se desapegar do que não faz bem para passos firmes. 
Para ter insonias que realmente ter o sono em uma noite fria. 
Para beber alegria.
Para se saber que a vida e agora,  e o tempo não para.

Para principalmente logo ao amanhecer ter total confiança que o dia que começou ainda pouco será lindo e cheio de perigos para se passar, alias isso e viver, isso e ter força nas mãos para conseguir o que se almeja.


Joanderson Ribeiro
11.03.2012

07 março, 2012

MINHA ARTE


Escrevi hoje um livro para você.

O assunto era tão pequeno, mais as folhas iam se duplicando ao passar de cada linha. 
Percebi que cada descrição tinha uma riquesa de detalhes impresionantes aos meus olhos e meus sentimentos estavam delatando ali cada segundo do tempo. Naquele instante o sol com sua presença esquentava-me fazendo um homem deixar de sentir calafrios que iam da ponta dos pés ate seu coração...

Ainda nas entrelinhas agora nas ultimas, escrevi que tudo isso vai se acabar, como a vida ou como meus sonhos, que terão fim quando meus olhos fecharem pela ultima vez e assim terei certeza que a viajem de volta vai começar, mais com um grande detalhe, irei feliz por amar o errado, sonhado tão grande e tido certeza que nada e para sempre nem mesmo uma rosa com sua beleza maravilhosa dura eternamente no bosque escondido  dos meus ou dos seus olhos.

Disse Adeus e assim, mais uma palavra foi lida.

Até breve.

Joanderson Ribeiro
06-03-2012

04 março, 2012

ATENDA-ME


São tantas palavras que tinha em mente para assim te falar da minha deliquencia mais apenas um sorriso simples e sagaz saiu do meu rosto.

Andando e falando esqueci do agora e fui viver uma especia de sonho de olhos abertos. 
Parei no tempo quando seu sorriso chegava ate a mim através de um aparelho telefônico. 
Ao termino de alguns minutos computados por mim como segundos, tudo voltou ao normal, acordei  e assim fui viver mais alguns dias sem seus passos vindo em minha direção.
Quanto a você? Não sei por onde anda, mais tenho a convicção que um dia seus sonhos serão realizados e com certeza você faz parte dos meus.

E assim esse dia que ate pouco tempo atraz foi iluminado pelo sol e que neste exato momento as estrelas dão um show de beleza e também de solidão, mais sempre na certeza que amanhã não estarão mais ali, mais eu com certeza estarei aqui para te ver sorrir, rezar, acreditar, chorar e até mesmo ouvir suas confições de conflitos do dia a dia. 


Fui-me


Joanderson Ribeiro
04.03.2012

POR UM FIO

                                                                                                                                                     
Diante da multidão  a sempre esperança que nunca acaba, assim como há amores estragados pelo tempo e pela distancia. Ao mesmo tempo do outro lado destas palavras o mundo não parou nem mesmo para sonharmos ou até mesmo para identificar onde erramos, apenas continua passando como se nada esteja acontecendo. 

Fim coletivo.

Joanderson Ribeiro
04.03.2012

03 março, 2012

DITO


Todas as suas palavras saíram de 
sua boca como se fosse armas que 
ganharam a guerra que eu travei, 
loucura ou não dentro disso tudo ha 
receio de outras batalhas, 
mais nessa eu não saio perdendo.

Joanderson Ribeiro
03.03.2012

MEU EU GRITOU

Ainda tenho em mente todos aqueles dias que tentei me superar sem força para voltar.
Ainda tenho a certeza que tudo voltara a sua anormalidade. Alias o que e o normal? O que eu espero?


Certo dia em uma tarde em meio a idas e voltas da chuva e conversando comigo mesmo, surgiu a pergunta: 
O que eu estou esperando?
Tenho medo de que?
Será que tenho vergonha do que esta por vim?


E inacreditável as diversas perguntas que duraram a noite a fora e totalmente  sem sono. 
Que tal a partir de agora amar como se fosse o ultimo amor?
Que tal não ter medo dos passos que vem logo a seguir a este?
Que tal pedalar sem destino certo?
Que tal não temer ao presente?
Que tal tudo isso acontecer com um sorriso e para finalizar tudo isso 
nada de chorar. 


Mais para que tudo isso se vivemos em um agora preso a dor?


Joanderson Ribeiro
03.03.2012

21 fevereiro, 2012

ROTA

Além do mar da saudade, existe a lagoa da ilusão e o rio dos apaixonados chorando porque não tem o que seus corações pretendiam  ter.
E assim tudo continua como nada estivesse acontecendo, alias isso se chama vida.

Joanderson Ribeiro
05.02.2012

TRADUZA-ME

Muito amor foi dito, recebido e vivido, 
porém tudo ficou apenas nas entrelinhas do que chamamos de passado.
Doce janeiro, que me trouxe e me tirou estas e outras palavras de desapego.
Fez frio, calor e ate mesmo choveu mais tudo foi devastado mesmo pela saudade dos meus pensamentos e assim mais um dia se acaba assim como essa pequena reflexão.
ADEUS amor, que aqui ganha outro nome:

SOFRIMENTO

Joanderson Ribeiro
05.02.2012 

PALAVRAS DE UMA NOITE

Ao anoitecer quero descrever as maravilhas das estrelas:
Quero dizer a todos que cada uma contribui para que aquele dia acabase como começasse, com vida.
Quero ignorar tudo que foi dito a mim, assim como todas as palavras que lancei contra alguma pessoa.
Não quero me iludir... Quero alimentar minha esperança com o ar daquele momento.
Quero disponibilizar meu coração para que seja usado pelo amor.
Quero ficar aqui olhando para o céu e tendo certeza que tudo ou nada acontece sem sua permissão.
Feliz ou não aprendi que a vida e agora e que basta apenas um dia para que possamos aprender que cada detalhe não e mero, mais sim muito importante para cada um de nós.
Amanhã será um novo dia, cheio de alegria e novas sensações para nos deixar mais a frente do agora...
Então que venham os dias lindos, como a rosa que também tem espinhos, mais nem um e capaz de perfurar tão fundo nossas esperanças, pelo contrario vão nos ensinar que a vida não e somente alegrias, mais que elas são precisas para sobrevivermos...
Quanto às estrelas ali estavam até o momento que adormeci olhando pela janela e assim em mais um dia ensolarado e cheio de vida eu acordei...

Joanderson Ribeiro
05.02.2012

FORTEMENTE

Meus pensamentos vão muito além de meus olhos, assim como meus sonhos funcionam como um forte que quando abrigado por mim se transforma em uma espécie de revitalização dos meus passos fazendo com que o equilíbrio das minhas emoções volte ao ponto onde foi perdido.

Joanderson Ribeiro
05.02.2012

15 fevereiro, 2012

DENTRO E ACIMA


Ter medo e defeito?
Amar e loucura?
Minha raiva e passageira?
Ter muito e pecado?
Querer amanhã e sonho?
Logo e agora?
Perder faz parte?
Amanheceu e as estrelas desapareceram?
A criança cresceu e virou homem, mais e altamente oportunista.
Loucura seria  não escrever e detalhadamente humilhar o distante.

Palavras e loucuras andam juntos, assim como palavras e papeis.

Joanderson Ribeiro
15.02.2012


REALIDADE

Nada de palavras bondosas em uma realidade indelicada.
Nada de paixões que não são nada.
Nada de dor ao deitar.
Nada de corações engraçadinhos 
Nada de passos tortos. 
Nada de ensinar a todos como se portar aqui ou ali. 
Nada de ser certinhos 
Nada se chorar pelo o que não se fez.

Nada de ser infeliz
Nada de nada ter.
Nada por nada e um nada elevado ao nada e simplesmente 
nada.

Perdidos no espaço do agora e do não ter. 


Joanderson Ribeiro
15.02.2012

SER HUMANO

Cada vez que vivo, mais eu tenho certeza que não podemos compreender  o que se passa diante da mente do homem que mata por um amor que não existe ou que tenta desfaçar um ódio plantado em seu coração logo na adolescência e assim vai se enganando cada vez mais.


Felicidade para ele não existe. 


Joanderson Ribeiro
15.02.2012

28 janeiro, 2012

SEGUNDO TEMPO


Ainda que as folhas caem, a venta leve a areia, haverá sempre uma esperança plantada que se regada crescera levando o ser humano a ter certeza que nada foi feito ao acaso.

Aparentemente foi tudo perdido. O telhado da casa saiu voando, o sol desapareceu, quanto as lagrimas com certeza fizeram  parte do que foi perdido durante o dia.

E assim foi mais um dia perturbador na vida daquele ser humano que pretendia no outro dia se deitar e em um gole acabar com sua vida, mais descobriu que existe coisas que ainda poderiam lhe trazer a felicidade, como por exemplo ter a chance de construir com seus passos a sua alegria de viver dando lhe chance de amar novamente. 




Joanderson Ribeiro
28.01.2012

19 janeiro, 2012

EU OU NÓS?

Eu estou possivelmente chateado comigo mesmo... 
Me chamam de loucos, mais todos tem razão.. 
sim sou louco e assumo, mais louco por cada pingo de verdade existente nos meus passos que construo a todo instante... 
Mal sabem eles que amanhã sera um novo dia, com novas espectativas e novos sonhos para serem revelados...
Enquanto isso o tempo não para, e junto com ele meu coração...
Tenho certeza que estas mesmas pessoas que me intitulam como o tal 'louco", são principiantes em seus passos, são pessoas que não sabem o verdadeiro valor de uma estrela que brilha no céu ou que possivelmente deixaram escapar por suas mãos seus sonhos que agora são insonias ensoladas em cada canto de seus olhares...

Descrevi e então tudo acabou como provavelmente começou...

Fui deixar meus pensamentos ultrapassar minha imaginação...



Joanderson Ribeiro
19.01.2012

08 janeiro, 2012

MÃO SOBRE MÃO

Engrassado nunca pensei que as loucuras fosses incuráveis.
Nunca tinha tentado ser feliz.
Até mesmo as estrelas se sentem só.
Em um beijo tudo pode mudar, até mesmo a direção contraria que e a unica a ser seguida.

Loucuras de uma noite, pertinente e passageira.
Enquanto isso o coração bate descontroladamente 
As pernas adormessem.
Os olhos não param  de querer mais, muito mais. 
Em um curto espaço e tempo foi possível perceber que o tal agora existe mesmo 

Duas mãos.
Duas bocas. 
Dois tipos de pessoas 
com um único objetivo.

Beijos que eleva o querer sem fim.
Noite fria,
Céu sem estrelas, mais quem precisa ver?
Derrepente cada beijo e inesgotável fonte de loucuras

Quanto a sua durabilidade... 
Alguns minutos, porem o suficiente para deixar dois corações irreconhecidos. 
Duas mentes transtornadas pelo que realmente os dois quer.

E tudo acabou como começou
Nunca te vi, somente nos meus pensamentos.
Cada detalhe de seu rosto
Cada palavra dita
Cada loucura feita que não será mais refeita.
Tudo foi apagado.

E foi apenas um adeus absurdo que me separou dos seus beijos onde tudo que houve foi meros pensamentos obscuros que se localizam exatamente do outro lado obscuro do que nada houve.

Enfim... final

Joanderson Ribeiro
08-01-2012





TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...