23 dezembro, 2011

EU E O SEU TEMPO

Foram sim momentos agradáveis as margens de uma amor que 
em uma noite começou e algum tempo após tudo virou pó 
em uma especie de loucuras subliminar. 

Foram tempos que meu coração mais bateu por alguém.

Foram sentimentos sempre a flor da pele que ressurgiam a toda hora, 
mesmo depois de lagrimas que deixaram lacunas 
no peito e assim na minha alma.

Foram passos ultrapassados pelos meus olhos.

Foram sem duvida uma paixão que me fez pensar que tudo aquilo era para sempre, quando na verdade nem mesmo uma árvore com sua grandeza de vida fica ali por muito tempo.

E assim se foi...
Com a ventania descrita nos livros de romances...

Adeus paixão, ficarei aqui a espera de novas lagrimas a serem 
derramadas ou ate mesmo querendo mais uma vez amar o esgotável.

Joanderson Ribeiro

16 dezembro, 2011

MELHORAS INTERDITADAS


Nada de descrever amores que não existem, ou muito menos paixões avassaladoras como passos perante um caminho inaceitável que fui obrigado a traçar, porem quero falar da solidão que apavora meu coração deixando meu medo mais resistente quanto ao seu termino.
Quero deixar bem claro que ele e capaz de acabar de uma vez com aquela esperança que pareciam ser invencível, mais não são.
Quero deixar bem claro que todas estas palavras são verídicas de um coração determinado a aniquilar as esperanças de quem depositou em mim certas horas de extremas loucuras em um quarto escuro, que as vezes parenta azuis quando o céu. Loucura ou não, aqui estou eu, tentando equilibrar as verdades e as mentiras de longe, que às vezes estão mais perto do que sonhos que atravessam fronteiras.
Enquanto isso, ainda tenho medo do futuro, aquele que esta mais próximo do que a difícil missão de falar a verdade.


Joanderson Ribeiro
09.12.2011

13 dezembro, 2011

AINDA HOJE

Sempre e muito temo para quem não tem esse exagero de vida para assim aqui estar.
Que tal pensar no agora?
Que tal gritar de revolta 
Que tal chorar de felicidade?
Que tal você ser mais compreensivo quando solicitado?
Que tal não saber o caminho de casa?
Que tal se beijar pelo espelho do banheiro?
Que tal responder os questionamentos feitos por você.
Que tal não ter medo de arriscar-se

Tudo seria mais facil se o receio de errar fosse apenas passageiro.


Joanderson Ribeiro

PALAVRAS

Muitas palavras foram ditas em vão.
Muitos medos ainda se fazem presente.
Muitas lagrimas caíram no chão
Muitos momentos ainda me fazem ter certeza que saudade as vezes machucam
Mais tudo isso e para ter certeza que estamos vivos, afim de viver cada segundo como se fosse o ultimo.


Joanderson Ribeiro
13.12.2011


11 dezembro, 2011

DELIRIOS DE UM SONHADOR

 Delirante ou apenas loucura? 
Não sei mais ainda continuo querendo muito mais do que você pode me dar. 
Quero sonhar mais do que em noites passageiras.
Quero olhar para o céu e ver nas nuvens seu rosto
Quero ter em minhas mãos seu coração 
Quero compartilhar loucuras e insonias que me prejudiquem. 
Quer ser feliz comigo?
Então pegue em meus abrações, me abrase e me beije...


Joanderson Ribeiro
11.12.2011


10 dezembro, 2011

HORIZONTALMENTE

Com certeza amanhã chegara trazendo muitas perguntas quanto a nossa existência, mais pode ter certeza de uma coisa, que todas elas  fizemos. Quanto as respostas até hoje não obtivemos. 

Tolos, acreditam nas forças das palavras, e ainda consideram normal não querer saber mais sobre a tal felicidade escrita no rosto daquele ser humano que acabou de nascer.

Enquanto pela noite treme em saber que uma dia tudo chegara ao pó e não caberar mais a ninguém ser feliz verdadeiramente sem ter medo de nada ter.

Joanderson Ribeiro
10-12-2011

08 dezembro, 2011

COMENTÁRIOS NO DESERTO


Até mesmo uma arvore pode nascer e crescer em um terreno áspero.
Quanto ao vendo, ainda passa por seu ganhos lhe confortando.
Pelo amanhecer, a nevoa  a envolve.
Ao anoitecer, na escuridão ela transpira.

Feia, sem flores e muito menos sem folhas ela e definida por minhas palavras como vencedora.

Daqui a algumas horas um ser vai usa-la para queimar e assim deixa-lo quente durante a madrugada.

E assim se foi, mais um dia vencido pela vida...


Joanderson Ribeiro
08.12.2011



07 dezembro, 2011

DURAÇÃO


Enquanto palavras algumas vezes machucam, eu trago a tona da minha vida as feridas para assim serrar perante meus olhos, mais muitas delas ainda são inúteis, me fazem ter certeza que na vida nada desaparece de uma hora para outra e que somos totalmente capazes de acabar de uma vez por todas da distancia que denigrem meu coração dentro do meu espaço que agora mesmo vazio está. 
Loucura ou não tenho palavras para tudo, feridas, amores que não existem ou ate mesmo para apenas dormir querendo que o céu amanheça apenas azul para assim sentar na porta da minha casa embaixo da arvore e pensar no que deixei de fazer para assim te ver, entender seus pensamentos ou até mesmo ter certeza que você existe, mais qualquer dia desses tudo vai ser miseras palavras de um mundo deteriorado pelas suas dentro da minha mente... Suas palavras são tão belas... Suas dores chegam até a mim como castigos... 
Tudo parece ser difícil, mais acaba na próxima esquina ou nas aproximas palavras redigidas em frases como estas...
Por isso acabei de sonhar e quanto as feridas, ainda expostas doem, mais tenho certeza que não será para sempre...


Joanderson Ribeiro
08.12.2011

TEMPO DE FELICIDADE


                                                                                                                                                                                                                                                        Ainda no fim da tarde,

                                vendo o sol
esplendoroso se    
                      pondo haverá
sempre novas
                         esperanças
nascendo
                                      em meio ao mar
agitado do dia-dia que
                                               chamamos
de vida. 



Joanderson Ribeiro
07.12.2011 


DOIS

Enquanto eu estiver vivo, quero amar o sempre.
Quero atravessar o rio a nado por você
Quero sim ser feliz, sem ter medo de tudo isso acabar...

Enquanto isso o seu sorriso substitui o meu sol.
Em minha noites seus olhos são minhas estrelas
No calor suas palavras e meu frescor...

Enquanto isso na praia da minha vida ainda, sentado na areia quente de um dia lindo
ainda penso em seu sorriso e tenho certeza que amar existe, mais o sofrimento e inevitável.

Joanderson Ribeiro
07.12.2011