25 junho, 2011

ENTRE EU E EU

Nossas preocupações não englobam o  nosso amor, mais o condena todas as vezes que um simples tropeção vire uma descusão e assim logo vira de uma vez uma pedra nos nossos planos.


Joanderson Ribeiro
25.06.2011

19 junho, 2011

APENAS ELE SE VIU

E difícil entender a cabeça de um louco que despreza a dor e logo abraça sem dor a esperança dos outros levando imediatamente a obto, porem o mais impossível acontece enquanto dorme ele alimenta uma felicidade que parece infinita que de vez em quando o mata de desprazer.

Enlouquecedor e perturbador, mais capturador de seus sonhos.


Joanderson Ribeiro –
joandersonribeiro@r7.com
18.06.2011

INCONSEQUENTE

Talvez as flores sejam mesmo loucas em denunciar sua beleza no silêncio  para aqueles que a invejam, loucura ou não aqui estou olhando a coragem delas, mais sempre esperando ver mais que um brilho, uma palavra delas basta...

Tolo


Joanderson Ribeiro –
joandersonribeiro@r7.com
18.06.2011

PRISÃO DE PALAVRAS

No silencio da minha alma tranqüila, mesmo depois de ter acabado um amor e quase que no mesmo tempo ter começado outro, ainda há horas de extrema solidão, de ter em que apoiar mais sem pés para dar novos passos em alguma direção alguma indolor, se e que exista esse sonho perfeito. Enquanto isso estou a deriva no mar do seu coração avassalador tentando me deixar mais fortalecido na certeza do que houve não foi nada, apenas um deslize emocional e isso faz com que minhas, como estas palavras ganhem mais credibilidade para um mundo que só pensa em ter, em ter e cada vez mais ter, mais não se importa o que tem por traz daquela cortina de fumaça que se faz presente todas as vezes que se chora, e assim, lá vai mais um dia de loucuras maravilhosas e de medos a flor da pele mais sempre na certeza que essa prisão um dia será explodida, porque mais a frente estará o amor e agora de meu refém.


Joanderson Ribeiro –
joandersonribeiro@r7.com
18.06.2011

18 junho, 2011

TOLO INDEFESSO

Quem sou eu para escrever e descrever o tal do amor que as vezes se torna um remédio para os corações que não superam a dor de não ter. por outro lado e uma perfeição sem fim e as vezes sem precedentes de dor.
Sou mais um que habita no coração enganado. Sou mais um louco que ama o inevitável e ao mesmo tempo não tenho certeza do que poderia ser diferente, mais e correto afirmar que em poucas palavras sofro por um  sentimento que ate então era desconhecido ou sera que isso não passa de um gostar que me leva a varias insonias durante uma noite fria, assim como minhas mãos que congeladas estão.

Mais logo amanhece, mais ainda ficaram vestijios de um tempo que se tornou passado e mais esperanças de te ter novamente em meus braços... de doce somente estas palavras.

Amor tolo, arrebatador e ao mesmo tempo insignificante.


Joanderson Ribeiro 
18.06.2011


15 junho, 2011

NA DISTÂNCIA

Não acredito que minhas palavras não surtiram nem um tipo de efeito em seu viver, porque foram ditas bem baixinhas em nossos momentos a dois. Elas foram retiradas diretamente do meu coração que chora por sua presença ou simplesmente grita seu nome, mais não obtenho nem um tipo de resposta então, choro.

Saudades de você.


Joanderson Ribeiro
15.06.2011

14 junho, 2011

FORTALECENTE

Numa manhã, ensolarada o único calor que enlouquece o corpo e a loucura de se estar vivo, fazendo com que tudo ao seu redor seja limitado aos seus passos, sabendo disso um simples ser humano se  ainda faz refém o medo que o rodeia amigavelmente. 


Joanderson Ribeiro
14.06.2011

12 junho, 2011

ESTRANHO

Todas suas palavras são facilmente esquecidas 
quando por algum passo seu incerto 
tudo foi elevado ao nada.


Joanderson Ribeiro
12.06.2011

SINCERAMENTE

Ao passar do tempo tudo volta ao normal, e a chuva que cai para fazer um frio não mais faz falta ou simplesmente atrapalha com sua zuada perturbadora avisando que esta lavando os sentimentos que a rua presenciou obrigatoriamente. E assim mais um dia chega ao fim.
Ganhamos menos um dia para viver, mais na conta exata de algumas pessoas foi somado como mais um dia de felicidade constante, tolos seres humanos que buscam uma resposta para tudo, até para suas próprias lagrimas durante uma noite de muitas insônias.
Se foi ou se veio, não me importo porque aqui tudo acaba, tolas palavras.


Joanderson Ribeiro
12062011

CRIE E ABUSE

Abrase a quem se quer
Anuncie a quem deseja
Despeje tudo que não te faz falta
Liquide seus obsoletos desejos mais antigos
Seqüestre seus amores
Respire e inspire respeito
Defenda a paz
Leia aqui minhas palavras
Depois disso tudo ainda axé tempo para ser feliz, consegui?
Se não, não detenha seus pensamentos
Adquira a verdade
Anule de uma vez seu medo
Corra para o mar, e banhe o seu coração.
Independentemente de quem se ame, obtenha sucesso se apaixonando.
Faça amor durante muito tempo, porque tudo que e bom acaba.
E assim tudo passa e como você sabe pode acabar em uma noite, amor insaciável.

Joanderson Ribeiro
12062011

CORRENTE EXTRA

Em meio a uma chuva de intensa dor haverá sempre uma felicidade na esquina do desprazer, escondida das mentes que te querem levar para outro caminho. Haverá também muita esperança sempre regada a certezas também escondidas, mais com uma diferença: elas sempre estarão brilhando no seu sub-consciente e facilmente detectada nos seus passos durante o seu caminhar que nunca acabara porque cada vez que respirar terá sonhos a serem realizados.

E assim se vive, se querendo mais a cada manhã, tarde e a noite.

Joanderson Ribeiro
12062011

SINTONIA FINA

Não pesa desculpas pelo que ocorreu porque além de você se debruçar pelo errado estarar abrindo a porta e fechando a janela e me dando direito de errar e logo após pedindo desculpas e com todo direito de ser perdoado também.

Joanderson Ribeiro

12062011

FAÇA O TESTE

A medida certa nunca será aquela que queremos: algumas vezes será mais que o esperado ou seria melhor falarmos menos que pretendíamos? Mais assim tudo continua, eu chorando e você gritando por paz ou de vez enquanto nos vendo e apaixonando-nos de acordo com as palavras que saem de sua boca adocicada e ao mesmo tempo salgada...
Palavras de um futuro promissor e promiscuo ao mesmo tempo.




Joanderson Ribeiro
12062011

DOIS A UM

Muitas palavras são verdadeiras, mais a grande parte delas ainda se perde na distancia de dois seres humanos completamente envaidecidos pelos comentários contínuos feitos por dedos frágeis, mais processados pela mente que nunca para e muito menos deixa de sonhar enquanto certa noite ainda não acabou...

Indecência seria se não fossemos felizes, como as palavras que nunca morrem diariamente independentemente que quem seja.


Dois a um

Joanderson Ribeiro
12.06.2011

AGORA

Entendi-se que seja melhor não mais escrever e sentir mais uma verdade que nunca tem fim.

Joanderson Ribeiro
12.06.2011

TRANSPASSADO

Tudo perante o vazio da tarde se transforma em uma coisa absurda de ter ocorrido naquele instante... Sabendo disso tudo parecia improvável, mais uma realidade continua de uma vida que não passa, apenas corri das esperanças tão obsoletas quanto meus sonhos.

Joanderson Ribeiro
12.06.2011

INCONSEQÜÊNCIA

A duvida e tão cruel que ela ajuda a prejudicar até as esperanças que ate então era mais forte que uma rocha e logo fica mais vulnerável que seus passos que são facilmente apagados pelo vento frio de uma manha que até agora esta nublada.

Joanderson Ribeiro
12.06.2011

SEMPRE EU

A Qualquer hora do dia tentarei sorrir para não chorar diante de uma realidade que até então era saborosa que se tornou um tormento sacana ou será que me desencontrei do seu coração destruidor? Não sei, mais ainda vivo e agora com alguns poucos pingos de esperança que se vai todas as vezes que tudo acaba quando fecho os olhos e assim durmo em sua presença.


Joanderson Ribeiro
12.06.2011

E ASSIM LOGO VAI

E impressionante como nos equivocamos depois de uma descoberta que talvez mude nossa vida para sempre, mais o grande vilão disso tudo e a falta das verdades que pairavam por ai, mais nunca batiam a nossa porta e nunca vinha nos visitar juntamente com o presente que agora corre nos deixando fora de controle, aquele mesmo que apagavam os vestígios das eternas dores de uma mente passageira ou de uma vida fixa ou ao mesmo tempo de um longo caminhar, agora só.

E assim tudo acaba...


Joanderson Ribeiro
12.06.2011

11 junho, 2011

DOCE CONSTATAÇÃO

Existe um caminho para o além sim, atraz de cada dor desconsolada pela sua falta de lágrima que já não se faz presente nem mesmo depois de varios passos que ate então eram falsos e nunca se farão verdadeiros.
Enquanto isso do outro lado do mundo meus pensamentos são demolidos parecendo alguns entulhos e logo abandonados em meio ao esquecimento do dia-dia.

Fora tudo isso ainda existe o tal caminho de uma além inexistente.

Joanderson Ribeiro
11.06.2011

INSIGNIFICÂNCIA ABSOLUTA

                                                                                                               
Muitos gritam, outros não escutam...

Muitos querem, mais todos tem.
Muitos acreditam, mais ninguém tem a capacidade de ver.

Muitos apenas pisam, enquanto outros dignificam 
Muitos esqueceram, mais o que se passou nem sempre vira passado.
Muitos apostaram em uma derrota esmagadora, mais tudo foi perdido quando se descobriu que queremos muitos sobre o que ainda não aconteceu e o resultado disso e simples, diferente e totalmente adverso do que tanto se quiz. 

Afinal de contas estamos aqui para aprender e deixar que a lágrima dessa pelo rosto cansado através de gotículas de dor restauradas todas as vezes que reacendemos os tais sonhos, as vezes improváveis, mais de que de um certo modo muda tudo, ate meus pensamentos sordidos que me tem a esta hora.

Joanderson Ribeiro
11.06.2011



09 junho, 2011

DORES NO SILÊNCIO

Diante de suas palavras tão tolas me rendi, mais sempre terei certeza que tudo 
isso e uma verdadeira palhaçada regada a vida e revestida por um amor inconsistente assim como seus passos.


Joanderson Ribeiro
09.06.2011

05 junho, 2011

POR MIM

Ainda que tudo passe, sempre estaremos certos que um dia tudo acaba, até mesmo minhas palavras que neste momento se triplicam me levando a algum tipo de resultado ainda desconhecido na estrada da vida, mais enquanto isso vamos vivendo como sempre, você chorando e eu te dedurando aqui.


Joanderson Ribeiro
05.06.2011