23 dezembro, 2011

EU E O SEU TEMPO

Foram sim momentos agradáveis as margens de uma amor que 
em uma noite começou e algum tempo após tudo virou pó 
em uma especie de loucuras subliminar. 

Foram tempos que meu coração mais bateu por alguém.

Foram sentimentos sempre a flor da pele que ressurgiam a toda hora, 
mesmo depois de lagrimas que deixaram lacunas 
no peito e assim na minha alma.

Foram passos ultrapassados pelos meus olhos.

Foram sem duvida uma paixão que me fez pensar que tudo aquilo era para sempre, quando na verdade nem mesmo uma árvore com sua grandeza de vida fica ali por muito tempo.

E assim se foi...
Com a ventania descrita nos livros de romances...

Adeus paixão, ficarei aqui a espera de novas lagrimas a serem 
derramadas ou ate mesmo querendo mais uma vez amar o esgotável.

Joanderson Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário