08 outubro, 2011

INCANDESCENTE

Tudo parecia perfeito, um amor para ter, passos firmes, um olhar capaz de garantir o crescimento do objetivo, uma manhã linda, com o sol forte, que anunciava uma chuva que ainda esta por vim. Porém tudo foi perdido como aquela esperança que escapou das mãos daquele ser humano pontual em seus afazeres, um ser capaz de revolucionar os seus passos que agora não e nada mais que uma proposta ultrapassada de felicidade continua...
Dores no silencio logo alcançada pela escuridão de um quarto trancado a chave... Ali mesmo naquele lugar sossegado, uma lagrima de desejo que tudo seria diferente, tomou o rumo do chão: gelado e sujo de suas insônias que ate então eram irrisórios perante o fato de se estar vivendo de acordo com o seu sonho. Garantias que tudo volte ao normal aquele ser não tem, mais sabe muito bem que tudo acontece porque ao invés de ser feliz preferiu atrapalhar com bastante rigor a vida de outras que só queriam viver e provarem um pouco do sonho que um dia esteve tão distante e que hoje parece uma realidade a parte da sua, de seus passos.
Ainda naquele quarto trancado decide viver cada centímetro de vida, porém o passado ainda e totalmente inadequado para seus medos para o seu presente, quanto ao futuro ele tem toda certeza que pode ser totalmente diferente do agora.
Levantou-se vestiu uma roupa limpa e foi ate o rio. Chegando lá viu uma flor, com sua beleza inconfundível: Amarela, pequena mais com grande significado para aquele instante que poderia ser um começo, porém foi o fim, de mais uma vida. Se jogou no rio da tristeza de onde se fugia desenfreadamente.
E foi assim os últimos momentos de um indecente, de um ser completo de coragem e muitas palavras derivadas da loucura de ver os outros tristes. Teve chance de ser feliz, ser diferente, ser adequado para viver, ser amigo, mais não quis.
Quanto a rosa continuou exalando sua beleza por longos dias de uma primavera, de algum ano que resultou em uma morte por um ser fraco, mais poderia ser tudo diferente.
Então voltemos para a realidade onde tudo pode e vai acontecer se não pensarmos antes de agir.

Joanderson Ribeiro.
08.10.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário