10 setembro, 2011

PELO TEMPO


Como e absurdo o tal do amor que sacode os infelizes e escravizam os sábio: Esse tal sentimento e correto afirmarmos que chega sem pedir licença e se estabelece um qualquer canto do coração sem ao menos avisar para que veio e até quando ficará.
Por estas e outras coisas, ainda amo, mais a grande pergunta e se terei que renunciar meus passos para seguir ou deixar que so dias passem e assim logo o fim de tudo chegará, menos as esperanças que parecem imbatíveis.

Joanderson Ribeiro
10.11.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...