20 maio, 2011

MINHAS PALAVRAS EM NÃO

Não adiantam todas estas palavras de loucura sem deixar rastro de exageros que tornam meu coração ainda mais seguro quando falo em seu rosto.
Não adianta te deixar nas alturas do mundo  se você e tão insuportável quanto medroso.
Não adianta eu te dar as estrelas se ainda há diversas constelações ainda sem dono.
Não adianta te ter por segundos que se tornam cada vez mais superfolos mesmo depois de sua presença tão esperada quanto o meu sonho.
Não adianta palavras de consolo ou um abraço forçado se ao menos te ter para sempre aqui...
Não, não e não pretendo prometer te esquecer, mais quem sabe te ter por mais alguns segundos...
Vem vamos, pegue na minha mão e assim sonharemos acordados em uma realidade cruel.
Equalizei-te
Loucura? Sim, minhas e de minhas palavras que brotam no deserto do sorriso ou dos seus passos, largos e obsoletos como seus olhos...

Vou dormir e acordarei em outro dia... Chamado de amanha
Triste fim de mais um dia...


Joanderson Ribeiro
20-05-2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário