30 março, 2011

HOJE, AGORA....

Nem sempre sua beleza me ajudou a ate amar, mais sempre te tive em meus braços ate o dia que você abriu meus olhos no meio do sonho, e hoje, nem mesmo a saudade me faz companhia ou miseras palavras me fazem ler suas cartas de um passado que virou pesadelo.

Depois disso tudo, sobrou eu.


Joanderson Ribeiro
30-03-2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...