11 fevereiro, 2011

BRINQUE COMIGO


Depois de tantos dias sem chorar, derramei a primeira lagrima por um amor incompetente e sedutor, que me faz sonhar de olhos totalmente aberto, em um mundo feito unicamente de realidade que incomoda todas as vezes que pela manhã abro meus olhos.
Certos dias atrás matei minha solidão e danifiquei para sempre meus pensamentos sobre você, mais tudo foi feito com total segurança, o que sobrou depois não foram ressentimentos, mais alegria de estar fazendo não o correto, mais o necessário.
Em outras palavras, hoje um dia ensolarado, mantenho-me aqui dentro do quarto escrevendo sobre você, fui atrás do meu sorriso, e certamente encontrei.
Julgou-me?
Matou-me?
Me encontrou e assim nestas palavras deixo registrado que não foi como um sonho, mais uma realidade que a acabou e assim voltei para seus braços tortos, mais macio que me faz sentir falta do ontem.


Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
11.FEV.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...