26 fevereiro, 2011

HOJE E ONTEM

Sabemos como deveria ser a vida, porém nada nos esconde que um dia não estaremos mais aqui para sofrer por amor, acordar cedo e rever o lindo sol que nasce no horizonte iluminando nossos passos todas as vezes que erramos.


Joanderson Ribeiro
26.fev.2011

ELES

Como e inacreditável, como o ser humano que e
totalmente indiferente com os erros dos outros,
sabendo que já errou e ainda pior.

Joanderson Ribeiro
26.fev.2011

ILUSÃO

Falta brilho
Falta dor
Falta amor
Falta passo.


Falta remoço
Falta integridade
Falta letra
Falta faltando


Falta arroz
Falta dificuldade
Falta vida
Falta sua alegria


Faltaram estas meras palavras para te contar, antes de você sair pela porta que continua aberta mesmo depois de sua saída.
Corri por longos caminhos, mais não mais te encontrei.
Faltou-me fôlego e assim permaneci parado olhando para o céu.

Joanderson Ribeiro
26.fev.2011

24 fevereiro, 2011

SOL

Lá no horizonte, uma estrela que se vai, deixando meu corpo quente como meu sangue que corre nas veias grosas do meu corpo.
Meu desejo e só um: não se vá.
Mais logo se vai, e olhando pelas arvores deixou-me saudades de mais um dia maravilhoso iluminado por ele.

Mais logo pela manhã me fará uma visita pela janela do meu quero, fazendo com que essa saudade toda vire mais alegrias que as de hoje.

Mais logo se vai... e mais tarde vem....

JOANDERSON RIBEIRO
24.02.2011

23 fevereiro, 2011

REGRAS


Diante da vida sábia com meus vacilos improváveis ainda tenho que aprender certas lições: A primeira e a mais importante e conviver com o pesadelo que não ter mais um amor. A segunda e ter certeza que certos sonhos só se realizarão com esforços a cada dia.


Logo tenho uma resposta: ESTOU VIVO.



Joanderson Ribeiro
23.FEV.2011

BREVES APELOS

Muito de foi dito, mais depois de certas palavras tudo acabou.
O mundo se desmoronou.
O amor acabou
As flores agora pegando fogo não exalam seus cheiros inconfundíveis
Os dias agora voltaram ao mesmo do antes.
Tudo foi se desfazendo:
O coração que até então era forte, hoje nada mais lhe faz tão feliz.

Mais foi preciso, porque so assim se vive aprendendo que ninguém saira ileso dessa vida sem ao menos sofrer uma única vez até porque somos seres humanos totalmente capacitados para sobreviver em um imenso mundo sem amor. Mais não pense você que tudo isso e para sempre, exatamente tudo acaba como começou, assim como estas palavras e este dia tão massificador.

Noite linda lá fora.
Aqui uma escuridão diante dos meus olhos fazem-me ter certeza que tudo foi apenas mais um erro.

Joanderson Ribeiro
23.02.2011

ILUSÃO

Sabe aquele mundo que vc achava que girava em seu favor, infelismente esta se desmontando aos pouco,e do seu rosto o que desse são lagrimas de um mundo que sabe ensinar muito bem que para se viver e preciso apenas errar, mais aos poucos você sai dessa, e assim que voltar ao topo novamente vai aprender que nem tudo que queremos conseguimos. Por outro lado os sonhos nos fortalecem a cada segundo, mesmo depois de uma queda brusca e desesfreada na realidade.

Doce vida...

JOANDERSON RIBEIRO.
23..02.2011

21 fevereiro, 2011

FATO CONSUMADO

A chuva passou, deixando para trás uma devassidão por todos os lados, assim como um amor que acabou.
As rosas perderam suas cores
A lua já não faz menor diferença, e assim a vida agora sem suas caricias, parecem não passar.
Fui louco em desanimar no meio de tudo, e de repente, acabou como uma chuva do meio do verão.
Permaneci aqui, pensando...

E fiquei.

Joanderson Ribeiro
21.02.2011

17 fevereiro, 2011

SUJEITO

Além de suas palavras contra algo ou alguém, o que também faz a diferença são seus atos. Alguns deles podem te levar a conhecer o céu e com isso as estrelas, do lado oposto a este, você também esta hábito a conhecer todo fervor das decisões erradas.


Palavras secretas...
J. RIBEIRO
17.FEV.2011

15 fevereiro, 2011

TRANSPASSADO

Com o passar do tempo tudo foi passado para traz até o desprezo de não se estar só, mais olhando para o outro lado da vida tudo que ocorreu serviu sim para tentar acreditar que um futuro poderia sim ser diferente, mais tudo ficou igual, ao ontem.

Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
15-fev-2011

HORIZONTE

Muitos não sabem para que viver, ou mesmo não perseguem seus sonhos, por mais absurdos que podem sim. Corra para o horizonte e ao mesmo grite para achar respostas no fundo de sua alma, porque há sempre um pingo de esperança para ser resgatado, alem da imaginação.

Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
15-fev-2011

VOCÊ

Existe diversas maneiras de se amar,
a primeira e a mais principal e
resgatar a sua FÈ.


Joanderson Ribeiro
15-fev-2011

BANAL


Estive a sua espera, mais cansei e em um momento pensei que tudo iria se acabar, mais não tive outra escolha, acordei do seu sonho, mais quando abrir meus olhos assustadoramente na minha frente você se faz sempre presente, amor indecente.


Joanderson Ribeiro
15-fev-2011

CADA VEZ

A poucos instantes te quis
Agora desejo que se vá.

A poucos isntantes te pedir
Agora não quero mais te acahar.

Agora pouco chorava por ti
Como sou inútil, e ainda te chamo.

Solidão que nada

Amor que acaba com minha alma
Fazendo-me de besta por mais alguns instantes as vezes sem fim.

Tenho medo,
Tenho alegrias

Tinha você
Escapou como o ar que transpassa meu corpo neste exato momento.
E assim se foi.
Foi
Foi
f.....

Joanderson Ribeiro
15-fev-2011

PRESENTE

Indecentes foram seus beijos, cada um mais sedutor que o outro, naquela manhã fria, onde o que mais importava era sua sedução e eu sem saber de nada me entreguei aos seus braços, lisos mais seguros, que me fazia esquentar as margens de uma cama quente, mais não igual aos seus abraços.

E por fim, sobraram saudades.
Joanderson Ribeiro
15-fev-2011

DOCE FEVEREIRO AO FRIO

Tanto tempo se passou depois que um primeiro olhar foi lançado e um tipo de medo veio-me deixando-me com um aspecto de devorador.
Depois de certas palavras, tudo se acabou, deixando para traz algum tipo de medo súbito que eu tinha em sua relação e o tempo ainda ajudou a decifrar o porquê te tanto medo rodeado de quere errado ou não aos outros olhos que para o meu fez toda diferença para te ter em meus braços em um dia frio de fevereiro.
Lá foro o sol raiava com um único objetivo, de me fazer calor, mais não alcançou seu objetivo facilmente deixado do lado de fora da porta que nos separava da realidade que faz algumas vezes sofrer por um amor que tento esconder a qualquer custo.
Entramos e foi como tudo se acabasse: o tempo, os sussurros que vinham da rua, o vento que batia as janelas, as arvores que balançavam e tudo deu lugar a dois corações em sintonia em uma perfeita sincronização.
Mais tudo se acabou quando lembrei que eu não parei o tempo para te amor por mais tempo, um pouco apenas ainda não era o necessário, e sim sempre mais de um momento que se eternizou dentro do meu coração facilmente abatido pelo seu sorriso, tão lindo como o sol que me esperava lá fora, em um dia que começou muito bem.
Vem vamos se amar mais
Vamos ter todo tempo se pararmos de pensar no amanhã e viver o agora
Vem vamos correr pelo bosque que ainda não conheço
Vamos percorrer seu coração e destruir seu medo e perder...
Vamos acordar cedo, para ver o sol aquecer nossos pés na sacada do quarto.
Vem vamos
Vamos decifrar os segredos dos nossos corações.
Enfim, vamos viver cada segundo, como se fosse os últimos.
Apaixonou-me e desapareceu.
Como nada tivesse ocorrido em um mundo mais real que meus sonhos indigestos, mais ainda há tempo, não quero acordar para o amanhã sem pelo menos um dia de saudades que ainda existem graças aos meus olhos e minhas certezas que tudo acabará bem, como estas poucas palavras.

Apaixonei-me mais se foi.

Apaixonei-me mais acordei.

Apaixonei-me e ainda vivo a sua espera todas as manhãs do mês de fevereiro.

E assim foi-se... Amor meu.


Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
15.02.2011

12 fevereiro, 2011

MAIS A FRENTE

Mesmo depois de tantos dias sem dormir ainda me perco no brilho de seu sorriso e ao mesmo tempo me acho em seus olhos, tão lindos quanto seus passos duros e cheios de certezas, que não estar ali por acaso.

Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
11.FEV.2011

SAUDAÇÕES

Não me atrevo em dizer quantas noites que vi aquela lua que esta me iluminando juntamente com seus passos porque além de só observá-la, mantenho-me embaixo do telhado que a vida me proporciona, chamada por muitos de ilusão.

Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
11.FEV.2011

11 fevereiro, 2011

MARGENS

Tenho muitas noticias sobre um amor que acabou:
A primeira e que eu fui feliz, mais notavelmente você hoje e verdadeiramente infeliz.
A segunda e que estou correndo para a felicidade, e você em passos lentos, para o inimaginável.
Incompetente amor, doce como uma uva, mais ao mesmo tempo amargo como fel.

Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
11.FEV.2011

BRINQUE COMIGO


Depois de tantos dias sem chorar, derramei a primeira lagrima por um amor incompetente e sedutor, que me faz sonhar de olhos totalmente aberto, em um mundo feito unicamente de realidade que incomoda todas as vezes que pela manhã abro meus olhos.
Certos dias atrás matei minha solidão e danifiquei para sempre meus pensamentos sobre você, mais tudo foi feito com total segurança, o que sobrou depois não foram ressentimentos, mais alegria de estar fazendo não o correto, mais o necessário.
Em outras palavras, hoje um dia ensolarado, mantenho-me aqui dentro do quarto escrevendo sobre você, fui atrás do meu sorriso, e certamente encontrei.
Julgou-me?
Matou-me?
Me encontrou e assim nestas palavras deixo registrado que não foi como um sonho, mais uma realidade que a acabou e assim voltei para seus braços tortos, mais macio que me faz sentir falta do ontem.


Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
11.FEV.2011

05 fevereiro, 2011

DEVO-ME

Nada seria capaz de determinar como e onde começou, mais aconteceu.
Foi acontecendo aos poucos, e aqui estou delirando e sendo incapaz de não chorar lagrimas que pertence ao outro ser humano.
Deixe-me ir. Gritando agitadamente, mais nada aconteceu e como este tão soubesse doas meus passos mesmos antes de pensar.
Nada será capaz de traduzir tamanho sentimento de arrependimento que tenho, mais ao mesmo tempo sinto-me vivo e ao mesmo tempo uma verdadeira marionete em seus braços... Amor insubstituível.
Fim de uma vida
Começo de arrependendimentos
Palavras indecentes
Medos inconsistentes
Coração que e penetrado facilmente em um mundo duro.

Fim do meu coração mais me mantém vivo.

Foi e nada veio para enxugar meus passos errados ou para me carregar...
Assim prossigo...

Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
05. fev.2011

VAMOS VER


Ao contrário da solidão, a liberdade não limita nada diante de nossos olhos ela apenas requer um pouco de atenção para não ser de mais quando apenas um pouco era preciso.

Tudo anulado.


Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
05. fev.2011

DETENÇÃO

Por enquanto quero deter minhas palavras bastante ricas em consolo, em respeito a você meu doce fora do comum como o sol que queima meu corpo me fazendo ter um tipo de reação que chamamos de calor.
Quero deixar para traz tudo que se passou, que nem sempre e passado e sim magoas que irrigam a mente com o coração afim de não deter meu sentimento por você, um ser humano capaz de acreditar nestas e em outras palavras masificantes.
Outro sim que estas palavras cheguem até você, mais tenho outra certeza que anula todas elas: a de não te ter como os meus sonhos não realizados.


Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
05. fev.2011

04 fevereiro, 2011

LIVRE

Ao invez de ser feliz, se olhou no espelho, rezou e abriu um sorriso que lhe fazia infeliz, decidiu-se assim viver.
Joandferson Ribeiro
05 FEV.2011

02 fevereiro, 2011

FATO CONSUMADO

Tudo foi estabilizado, menos a sua vida que continua vazia e cheia de recentimentos, mais amanhã será um outro dia e isso fará com que você repire fundo e pense antes de ajir.

Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
02.02.2011

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...