22 janeiro, 2011

DESAPARECIMENTO

Seus últimos momentos foram rápidos,
como um raio atravessa o céu, mais ficaram
saudades de uma certeza que seu futuro iria ser
totalmente diferente, mais só ficam saudades do que não fez
e arrependimentos do que perdeu pelo meio do caminho da vida.


Joanderson Ribeiro
joandersonribeiro@r7.com
22 JAN.2011

2 comentários:

  1. cada dia q passa me arrepio. com seu jogo de palavras.continue assim meu amigo.as palavras te dominam e vc as domina....forte abraço.....seu leitor numero 0 viu rsrsrrs

    ResponderExcluir
  2. valeu André...sempre me dando uns impurãozinhos..abração

    ResponderExcluir

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...