29 setembro, 2010

SONHOS

Ainda hoje o sol me acordou sem brilho.
As flores, sem cor.
A rua sem ninguem passando.
Fazia frio, meus pés, congelavam.
Meu coração batia de modo acelerado, que respirava fundo.

O medo naquela hora o medo ja se estalava em meu olhos.
Lágrimas cairam no chão levando a esperança que faltou.

Mais logo percebi que estava era apenas sonhando.


Joanderosn Ribeiro
29.09.2010


28 setembro, 2010

QUANDO

Quando se trata em ser feliz,
ninguem verdadeiramente e.

Quando se trata em querer ser amado,
todo mundo quer.

Quando se trata de julgar um
ao outro, todos querem.

Quando se trata de ouvir
algumas verdades, ninguém quer
assim como eu.

Joanderson Ribeiro.
28.09.2010


27 setembro, 2010

Hoje e 25

Devastado pela certeza que
amanhã acabara resolvir viver
hoje mais intensamente, sem
remoso ou sem dor que me
fará um ser humano feliz por
esta aqui viverndo neste exato
momento assim como você.

Joanderson Ribeiro
27.09.2010

25 setembro, 2010

CONVERSADO

Infelismente sua vida acaba aqui.
Sonhou?
andou?
Foi feliz quando?
Respirou fundo?
teve medo?

Caiu?
Levandou-se como?
Rezou?
Acreditou em você?
Teve objetivos?
Chorou diante da infelicidade?
Como descobriu que não era feliz?
Andou pela praia descalso?

--Se não fez nada, infelismente, mais você nunca foi feliz hora nem uma enquanto teve chance, como ainda pouco.
Joanderson Ribeiro
25.09.2010

CERTAS PARALVRAS

Tudo parece tão diferente, mais não
e quando damos passos errados diante
da lágrima que nos condenam quando
tristes estamos:
Mas perceba que a lágrima quando ganha
o chão desaparece, assim como deveria ser
a nossa dor, mais ficamos nos martilizando
até outra vez, lágrimas cairem e ao memso
tempo que isso acontece
demostramos o infraquecimento impiedoso.
Mais a vida não pára, assim como
deveriam ser os passos, nos nossos dia-a-dia.

Joanderson Ribeiro
25.09.2010

EU E ELES

Indecente como ele.
Fácil como você.
Incapaz como ela,
Sedutor como eu,
Desejoso como aquilo,
Fora do comum como um sonho,
Inadequado como seus passos,
Realidade como agora,
Depois disso tudo, as emoções,
Pequenas, doces e satisfatórias,
Como minhas palavras;
Acabei criando um circulo
De demência mutua
Entre eu e um papel, que pedem
Até chorando quando não os pego.
Inocente e devasador:
Senhor tempo

Joanderson Ribeiro
25.09.2010

Passos Perfeitos

"Continuemos então assim por mais alguns minutos,
ultimos suspiros na vida,
medos que afloram a carne e o peito,
masageando a loucura do sonhar sem ter descência de se realizar-se.
Dentro desta insônia existe nós,
que corremos o dia todo em torno de um obvio objetivo: Dinheiro.
Ao final do dia o que sobraram foram restos
despedaçados de seres que vão ser novamente destroçados no outro dia.
Prato do momento:
Sonhos ao molho da dor indigesta.
Sirva-se."
Joanderson Ribeiro
25.09.2010

1 2 3

O dificil não e ter,
mais manter.
O fácil não e o beijo
mais se apaixonar-se.
O precioso, e a flor
e naõ as insônias de todo dia.
Joanderson Ribeiro
25.09.2010

18 setembro, 2010

HOJE

"Certamente tenho
poucas decadas de vida,
que não pode ser
confiridas a dedo nú
por isso quero reiventar
o seu modo de sonhar."

Joanderson Ribeiro
18.set.2010
"O interresante e estar vivo para
perceber que sem o amor nada somos.
Dele provem o medo de perder:
A felicidade de se esta amando quem não merece:
O mais impresionante e que sabemos de tudo isso,
mais na pratica tudo vira pó,
um monte de coisas inutil e inutilizável."
Joanderson Ribeiro
18.SET.2010

SEI SIM

"Parabéns para minha dor que suavisa
a vida de acordo com os meus passos.

Parabéns pelos meus passos, alguns
certo do meu jeito e errados para outros.

Parabéns por mim manter vivo,
respirando amor individado de
complicações a cada segundo.

Palavras simples como a rosa que cai no chão
logo após o dia que resplandeceu vida, e morreu
agonizando por agua."

Joanderson Ribeiro
18.SET.2010

17 setembro, 2010

ALGUNS

Meros detalhes separam um
sonho de uma realidade nada
convencional.
Acham que sou louco: e sou
Sou um ser humano que recria
o meu presente, independentemente
do que eu fui ou sou.

Joanderson Ribeiro
17.Set.2010

CORRE CORRE

Entrego-me para o mundo;
tentei resistir e fui vencido.
Corri, por quilômetros, e ao mesmo tempo,
enquanto olhei para trás,
e observei que na verdade nem um passo foi dado.
Ao mesmo tempo deleito-me em seus braços e
adormeço cansado de transcorrer,
com passos acelerados a pista da vida.
Por isso entrego-me na certeza de que um dia serei
novamente livre.

Joanderson Ribeiro
14.SET.2010

10 setembro, 2010

MEROS DIAS

Tantas palavras foram ditas,
poucas absorvidas.

Tantos amores se acabaram,
e o medo de tentar novamente foi empugnado.

Tantos dias se passaram e nada foi feito
enquanto o assunto e um futuro dirigidos por infelicidades.

Tantos momentos maravilhosos,
que em questão de segundos tudo virou pó.

Nescessitanto ter tantas
palavras, me tiveram.

Exatamnete agora, tantas coisas poderias ser
diferentes ao mesmo tempo tudo e igual ao ontem ou ao agora pouco.

Palavras e palavras, indefinidas...

Joandersn Ribeiro
5. AGS.2010

03 setembro, 2010

AVASALADORAS

As vezes as palavras são indigestas como um pedaço de sonho cumprido.

Outras
vezes
são minha
amigas.


Mais no geral me fazem sonhar atravéz de
segundos como seria um tal texto
aqueles que me atraem pelo
começo eao mesmo tempo não sei o final....


Como agora....



Joanderson Ribeiro
03.set.2010

MUITAS POUCAS PALAVRAS

Nada de comentàrios, aquele homem foi uma especie de louco que buscou a felicidade em lugares absurdos, como nas pequenas coisas que a vida lhe propos.
Buscou até mesmo em seus sonhos, tão reais como seus passos.
Buscou um tal de amor, e conseguia assim se sobresair de problemas do coração.
Claro que para acabar de vez por sua busca atraz da felicidade, andou na praia descalso, pensando no que faria no dia seguinte ou quando descobrise que tudo aqui foram apenas um sonho.
Mais logo teve a certeza que nas entrelinhas da vida existia a palavra hoje, e por isso absurdamente viveu cada miléssimo de segundo como se fosse o ultimo.
Louco por louco ficou aqui nestas linhas tão asperas quanto a lingua de um gato, e mais indigesta quanto uma rosa que acabou de florescer trazendo consigo a vida.

Joanderson Ribeiro
03.set.2010

1 2 3....

Muitas são as palavras.
Pouca vivencia.
Muitas dores
Poucas razões.


Joanderson Ribeiro
03.SET.2010





01 setembro, 2010

......

Temos tudo
e ao mesmo
tempo nem
mesmo o resto
do passado,
um pesadelo.

Joanderson Ribeiro
01.SET.2010