15 outubro, 2010

ENGANA-ME

Hoje seus olhos reduziram
Perdi-me em seu piscar
desfiz as malas;
mais nada poderia fazer,
você foi embora.

Tentei resgatar-me
Impossível para um sonhador
Um amor inexistente como o seus sonhos.
Curvei-me, derramando lagrimas

Quando o dia amanheceu
resolir viver apenas com
um gostar fraco,
mais francamente
te amo.

Refiz as malas
e acordei.


Joanderson Ribeiro
14.10.2010



Nenhum comentário:

Postar um comentário