03 setembro, 2010

MUITAS POUCAS PALAVRAS

Nada de comentàrios, aquele homem foi uma especie de louco que buscou a felicidade em lugares absurdos, como nas pequenas coisas que a vida lhe propos.
Buscou até mesmo em seus sonhos, tão reais como seus passos.
Buscou um tal de amor, e conseguia assim se sobresair de problemas do coração.
Claro que para acabar de vez por sua busca atraz da felicidade, andou na praia descalso, pensando no que faria no dia seguinte ou quando descobrise que tudo aqui foram apenas um sonho.
Mais logo teve a certeza que nas entrelinhas da vida existia a palavra hoje, e por isso absurdamente viveu cada miléssimo de segundo como se fosse o ultimo.
Louco por louco ficou aqui nestas linhas tão asperas quanto a lingua de um gato, e mais indigesta quanto uma rosa que acabou de florescer trazendo consigo a vida.

Joanderson Ribeiro
03.set.2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário