10 setembro, 2010

MEROS DIAS

Tantas palavras foram ditas,
poucas absorvidas.

Tantos amores se acabaram,
e o medo de tentar novamente foi empugnado.

Tantos dias se passaram e nada foi feito
enquanto o assunto e um futuro dirigidos por infelicidades.

Tantos momentos maravilhosos,
que em questão de segundos tudo virou pó.

Nescessitanto ter tantas
palavras, me tiveram.

Exatamnete agora, tantas coisas poderias ser
diferentes ao mesmo tempo tudo e igual ao ontem ou ao agora pouco.

Palavras e palavras, indefinidas...

Joandersn Ribeiro
5. AGS.2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário