17 setembro, 2010

CORRE CORRE

Entrego-me para o mundo;
tentei resistir e fui vencido.
Corri, por quilômetros, e ao mesmo tempo,
enquanto olhei para trás,
e observei que na verdade nem um passo foi dado.
Ao mesmo tempo deleito-me em seus braços e
adormeço cansado de transcorrer,
com passos acelerados a pista da vida.
Por isso entrego-me na certeza de que um dia serei
novamente livre.

Joanderson Ribeiro
14.SET.2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...