22 agosto, 2010

O TEMPO E VOCÊ

Muitas vezes te quiz...
Te tive.

Muitas vezes chorei...
Hoje o que restou foram meras lembranças de um passado nada bom.

Muitas vezes errei,
Aprendi aparte daquele momento que escultei um NÃO.

Muitas vezes corrir da felicidade..
Hoje se esconde de mim...

Por dizverssas vezes não te quiz,
Hoje desesperadamente, todos os dias tento
socorrer a minha esperança dela mesmo.
O que ficou depois disso tudo foram estilhaços
lançados contra meu peito em um mundo
completamente inrelevavel com erros que
até então eram continuos.

O que ficou foram estas palavras de um peito que pede socorro para o hoje.

Joanderson Ribeiro
22.AGS.2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário