18 julho, 2010

EU e eles

"Proucurando em que achar graça para tentar rir diande
de um dia maravilhoso, de sol que frita meus pensamentos
levando ao pó meus objetivos hoje, olhei muito ao meu redor e nada vi.
Deveria ser na hora de sair correndo mais me sentei,
botando a mão na cabeça e de uma hora para outra,
comesei a rir da minha propria vida. Dos meus erros
que não eram poucos... loucura?
Talvez deveriamos olhar para nosso passado para
entender o nosso prezente e sonharmos em melhoras para o futuro.
Depois de um tempo ali, sentado, encostado em uma
parede suja de preto, com alguns nomes em brancos
inreconheciveis, levantei e continuei a minha vida
com os olhos cheios de agua de tanto sorrir dos meus
passos, as vezes certos outras errados e sem falar nos infalços.
Ainda sim o sol continua a me esquentar, mais nada
tira de mim a saudades dos erros, porque são deles
que aprendemos a acertar.
Proseguindo vou-me..."
Joanderson Ribeiro
18 de julho de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TANTO QUE SIM

O inesperado e sempre tendencioso aos olhos humanos. O talvez é sempre uma prática do suposto sim com uma leve pitada do não. Ligeiramente...